segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Luzes da cidade

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Resgatem-me. Se iludam!
Despedaçem-se!
Quero ver disputa!
Agora quem dita as regras sou eu. Lutem por mim!
Eu fugi dalí, de onde só me afundava na lama da tristeza.
Virando as costas para o passado, senti uma nova pessoa brotando dentro de mim,
fui nua, fui crua, foi como me largar das vestes e me jogar como vim ao mundo no fundo do mar.
E todas aquelas luzes que a cidade me dava quando chegou a noite, eu abraçei aquele infinito, e fui eu, e sou eu, agora...
... uma nova pessoa.
 

 
 Milena M.
 
 

 

sábado, 22 de dezembro de 2012

Não precisa entender











 
 Sabe aquela voz que já "morreu"? Eu já sabia da notícia muito antes de tudo acontecer, um olhar seu pra mim, e eu rezei pra chegar logo a hora de te ver. Planos, anotações, tudo cabia naquela folha papel, no coração, tudo amontoado, sem saber onde deixar, me larguei lá atrás, sem jeito, noção de ter o que falar, foi mal a falta de coragem, mas não era do meu feitil aquela reação, mesmo de pés descalços, as vezes me sentia uma princesa, pelo menos ainda refletia meu rosto no espelho da água, sinal de que ainda me restava uma vontade de ver meu própio eu.
 Não sei, pode ser que seja medo, pode ser que seja insegurança, vontade de te ver logo, ancia por não saber esperar, algo tão preso dentro de mim, e pensar e lembrar do quanto que eu fui feliz aqui nesse lugar, juntando as lembranças, e virando a esquina é que agente aprende a esquecer coisas que valeram a pena enquanto eram vividas, e que hoje, é só imaginação...
Sonhar, querer algo, planejar, se aprontar todo dia , não querer que o vento bagunçe os cabelos, um brinco novo... detalhes, será que alguém percebeu, e mais um dia de lutas entre você e o seu própio ego, desculpas esfarrapadas, ou até mesmo culpas sem culpa, não é tão fácil entender, não é tão fácil explicar, pra quem diz é complicado, pra quem ouve também.
Pronto! Já estamos chegando.



Milena M.



 

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Até o fim

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 E não deixaria nada de mal te acontecer, seria teu escudo na alegria e na dor, defenderia você até o último dia de minha vida, não deixaria nenhum fio de cabelo cair, não deixaria você sentir fome, sede ou frio, te aqueceria nas noites de inverno, seria tua água nos dias quentes de verão.
 Isso tudo por que eu te amo, e vou te amar até o mundo acabar, e mesmo assim, depois de morta não deixarei de te proteger, meu espírito vai te sondar com raios de luzes e cores, e seremos um só, em um só amor, em uma só comunhão.


Milena M.




 

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Sinto-me como se estivesse arrumando as malas
pra me despedir de mim mesma.
 
 
 
Little Miley
 
 

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Valores primordiais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 O fato de ter um closed repleto de artefatos que a satisfaziam de um modo geral, sentia-se transparente aos pés do própio espelho, não acreditava como um ser que tinha tudo ao seu alcançe,
poderia sentir-se tão incompleta.
 Era tudo seu, mansões, carros, jóias, ações. Mas o que realmente fazia falta na vida daquela jovem burguesa?
 É muito simples! Talvez lhe faltasse apenas um caderno, sim, um caderno. Onde a mesma pudesse escrever suas emoções, seus estrofes de canções, suas paixões de infância e adolescência, quantas pessoas havia conhecido até hoje, ou pelo menos as que mais lhe importasse.
 Talvez, se valorizasse mais o que sente com o coração e não o que sente com as mãos, poderia ser alguém menos ''preto e branco''.
 
 
 Milena M.
 
 
 
 

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Silêncio dos olhos

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Atenta estava eu, olhos fixados em tua imagem, nem piscava as pálpebras de tanta concentração. Dia após dia, as coisas mudavam de lugar, era um vai e vem, uma mudança de feição, entre tantos sorrisos tímidos, desfarçando sabe-se lá o que, andávamos comprometidos com nossas responsabilidades e nos escondemos atrás de nossos medos e dúvidas.
Por que você não pegou minha mão?
Por que não me disse: Então! É...
Me desculpa a minha indecisão, eu achei que você se manifestar,
mas o silêncio dos teus olhos corroeu tuas palavras.
 
 
 Milena M.


 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Nem percebi

 
 
 
 
 
 

 
  
 
As migalhas de pão que restou de ontem, ainda estão sobre a mesa, e assistindo a tv, eu nem percebi que o café tinha derramado no sofá. É, eu até esqueci a janela aberta, mas antes de dormir, ainda deu tempo escrever algumas palavras, o sono consumia meus olhos cansados, mas a mão ainda dominava a caneta já quase sem tinta. Eram apenas estrofes de algumas músicas que gostava, rabiscos sem sentido, coraçõezinhos e o teu nome. Mas aí, fui fechando os olhos e dormi, mas sonhei, e cheguei a te sentir em meus braços.
E a brisa tocou o levemente meu rosto, me dei conta que já era de manhã, outro dia, outra chance de te reencontrar. 
 
 
 Milena M.
 
 
  
 

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Perceba











 Olhe a sua volta, mesmo com o sol batendo forte na testa, seja calmo e breve, assista o movimento das ondas do mar, e se maravilhe com o perfume das flores da estação, e se lambuze com o mais doce açúcar das frutas da época.
E por trás das folhas daquela árvore entristecida pela poluição, ainda pode haver uma lagartinha, presa em seu casulo, tentando vingar uma linda borboleta de asas douradas.
 As pessoas vão e vem, se esquecem, se calam diante de certas verdades inescapáveis, mas o que tem que prevalecer mesmo é aquilo que está dentro de cada um.
Nossas a titudes para com o próximo, podem fazer de nós seres extraordinários e capazes de setir o mais puro dos sentimentos, que, se plantado dentro de nossos corações, germinarão e brotarão de nossas almas o mais puro amor.
 
 
 Milena M.



 

Duas vidas












Bem vindo o amor, um século ou mais, duas vidas e uma história escrita nas páginas beges daquele livro de capa azulada. E se isso tudo é apenas vontade de esquecer, só bebo mais um gole, e dou apenas mais uma tragada, não me diga mais nada aqui, apenas me deixe flutuar nesse punhado de nuvens de fumaça em que me ponho a dormir e fazer de conta que nada aconteceu.
 

Milena M.
 
 
 
 

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Te enganas, te finges de louco inconsequente, devora os teus dias, faz do teu silêncio teu melhor confidente. Mas é ele que te sonda, enquanto tentas esconder tuas dores atrás de um batom nos lábios.
 
 
 Milena M.
 
 
 
 

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O círculo




 
 





 Tá todo mundo no mesmo círculo, uma roda e um mesmo lema: Viver!
Sim, viver, eis que estamos sempre apostos para uma nova caminhada, eis que estamos sempre nos conduzindo a algum lugar. E onde vai dar esse lugar? E onde vai chegar os teus pés, que, porventura já estão tão cansados não é mesmo?! Ah, pobre homem, pobre ser limitado que muitas vezes nem sabe o que quer da vida, nem sabe por onde já passou na vida, nem sabe se onde está é o seu habitat verdadeiro. Queres mesmo encontrar a tua essência e dizer que foi capaz de sair desse "casulo" que é a tua vida? Olhe bem para os lados antes de atravessar a rua, mas não se desespere se a caminhada for longa e desgastante, se por um instante pensar em desistir, lembre dos passos que você já deu até agora, seria inútil desistir depois de ter andado tanto não é verdade? Com certeza encontrará no meio do caminho uma missão, sim, uma missão, cada um tem a sua, cada um com um motivo diferente, nunca sabemos o que nos espera lá na frente, possa ser que nos surpreendemos com nossas própias emoções, vivenciando fatos que nunca imaginamos viver, entre essas e outras coisas, torno a dizer que estamos, todos, envolvidos num círculo de alegrias, de dores, ainda que seja dores alheias, de incertezas, pois não sabemos se tudo que sonhamos um dia vai se concretizar, ou até mesmo se vai dar tempo de concretizar, é tudo muito perplexo, é tudo muito enganoso, a vida, por si só já tem seus labirintos, onde muitas das vezes, alguns se perdem, e, não se encontram nem consigo mesmos, vivem por viver, respiram, mas não apreciam um bom ar puro, enxergam, mas não sabem a dádiva que é poder ver as coisas belas que a vida nos oferece, andam, mas não se compadecem dos muitos que queriam essa tal liberdade.
As vezes somos livres e não sabemos, buscamos tanto a liberdade que quando achamos que a encontramos, já estamos sem forças nos joelhos, os ossos já não sustentam mais o peso do própio corpo. Precisamos nos esquecer um pouco dessas vaidades do mundo, temos tão pouco tempo, e, o tempo, esse já não espera nos darmos conta de que estamos aqui passando algumas horas, ou talvez, minutos. Difícil dizer se estamos perto ou longe, o fato é que estamos aqui, e que já que estamos aqui, vamos começar olhar a vida com mais brilho nos olhos, vamos ser a paz, que todos nós precisamos.



Milena M.



 

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Stand up













 Mas foi assim que aconteceu, as queixas de um passado mau vivido, conturbações de uma adolescência que eu não tinha como viver do jeito que eu queria viver, as tardes de pensamentos sem certeza, e toda certeza que eu tinha era que o sol ia embora por trás das montanhas.
 Realmente eu não sabia nada da vida, vivia num mundo completamente diferente do que me encontro hoje, eu não tinha do que me queixar de verdade, eu nem tinha mais nenhum outro lugar pra ir, era alí e alí mesmo, e sei que ainda tenho muito pra aprender, a vida já me mostrou vários caminhos onde eu já me perdi por algumas horas, mas que a direção do Sol sempre estava ao meu favor.
 Decisões precisam ser tomadas a todo instante, a vida não permite ensaios, não é um stand up, onde você sai contando suas aventuras, suas emoções, muito menos os teus sonhos e planos pro futuro, pois existem aqueles que querem te ver lá no fundo do lamaçal da derrota.



Milena M.



 

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

 
 
 
 
 
 
 
 
Não quis nem me olhar no espelho eu não tinha mais um rosto digno de admiração.
Simplesmente me vi em meio a tantas pessoas, olhei ao redor e senti a falta de apenas uma.
Só quis um canto só meu, um banco par sentar sei lá, um lugar onde eu pudesse deitar e descançar em silêncio com meus pensamentos, solidão as vezes ajuda agente juntar os cacos e por tudo no lugar.
 
 
 
 Milena M.
 
 
 
 

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

 
 
 
 
 
 
 
 
Reconheço o caminho, o começo de tudo, sei bem onde quero chegar, mas sei também onde já estive e com quem estive. Se você duvida da minha capacidade de resgatar as coisas boas escondidas dentro de você, só não espere eu te provar isso, você é quem decide se me quer na sua vida, só não queira que alguém te ame mais do que eu.
 
 
 
Little Miley
 
 
 
 

sábado, 18 de agosto de 2012

Aqui espero











E me mostra um mundo novo, me faz acreditar que ainda existe amor de verdade nesse universo imenso e cheio de labirintos. Onde foi que agente se perdeu? O que foi que agente perdeu?
Em que tempestade de areia o teu sorriso se escondeu?
F
oi você!
Era você!
Sempre foi você!
Quem me segurou a mão e me disse: Vem!
E só me restou seguir teus passos, e sigo, e sigo, até um dia poder te alcançar.




Little Miley



 
 

domingo, 5 de agosto de 2012

Assim espero...


 
 
 
 
 

 
 

E que a vida me leve a caminhos distantes, antes nunca pisados.
Que seja lindo, que seja de verdade, que seja real, que seja o suficiente para não me deixar esquecer...
... nunca!
 
 
 
 Little Miley

 
 
 

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Confusão



 
 
 
 
 




Oh planos!
Oh sonhos!
Oh vida!
Quantas vezes achei que ia dar certo.
Quantas vezes...
Acho que enlouqueço!
Acho que emudeço!
Nada se encaixa!
Nada se ajeita!
Tudo é incerto!
Ladeira a baixo vão-se os meus dias,
horas se arrastam,
anos me atropelam, tão veloz quanto um trem bala.
O que fazer?
O que faço?
O que fiz?
 O que farias tu?
Se tivesse no meu lugar, com um sentimento enforcando a garganta,
a ponto de sufocar o sorriso que insiste em existir aqui na minha face desolada.
Não há mais nada a dizer diante de tais pensamentos loucos que me invadem sem me pedir permissão.

 
 
Little Miley
 
 
 
 
 

domingo, 24 de junho de 2012

Bobinha






Sou eu, sou eu... menina bobinha que todos duvidam, só por que tem um sorriso inocente nos lábios, só por que é sincera com as pessoas, se machucando cada vez mais com as traições dos seres sem alma, mas hoje não, eu já reconheço um sorriso falso, já sei os códigos dos hipócritas e os humildes eu enxergo de longe, os que sofrem junto comigo eu já sei quem são e não preciso que me provem nada além de sua amizade duradoura e fiel de todos os momentos. Além de mim somente eu mesma, confio na minha força interior, no meu íntimo mais profundo, pois trago sonhos antigos dentro de mim, coisas que ainda não realizei, mas um dia irei realizar. É assim mesmo, não temos todo tempo do mundo, mas faz muito tempo que sonho com algo que ainda não encontrei, mas quando o Sol entra pela janela do meu quarto é que me lembro que tem um dia lindo lá fora, que tem uma rua onde eu possa andar em meio aos pombos que povoam a praça bonita e iluminada onde quero sentar no banco com você do meu lado.
 
 
 
Little Miley
 
 
 


quinta-feira, 19 de abril de 2012

Ilusão cega







 
 
 
 
 
 
E nessa correria dos dias que se passam,
agente vai se esquecendo de ver se ficou tudo certo,
se ficou tudo como agente queria que ficasse.
Pelo menos uma coisa eu tenho,
que ninguém será capaz de tirar de mim,
minha inspiração da vida.
O dom de escrever aquilo que penso a meu respeito e a respeito dos outros que me cercam,
na tentativa de ver algum sentido, buscando algum alimento pro meu pensamento mais vago,
pra minha ilusão mais cega.
Sentidos, sentidos... até quando resurgindo de uma poeira escondida no porão dos meus
pensamentos alados.
 
 

Little Miley
 
 
 
 
 

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Por aí












Sei lá, derrepente uma vontade de sumir pra longe
Meu deserto mais distante, eu acho que consegui avistar,
Enganei meu desejo, corri pelas ruas do tempo,
acabei esbarrando no muro do engano,
mas, onde você se esconde mesmo hein?
Será eu correndo em vão?
Acreditando em algo que o destino não vai me dar?
Ou já é mais uma das minhas certezas, que insisto em dizer que vai dar certo?
O fato é que não sei se estou pensando e agindo da maneira certa,
só sei que sigo por aí, com minhas forças tentando ressuscitar meus sonhos a cada dia,
ainda que não consiga acordar.
 


Little Miley




 

domingo, 15 de abril de 2012

Mentiras Verdadeiras






























Só ando por aí num tédio bem gigante.
Será que ele é maior do que eu?
Será que eu dou muita chance pra dor me consumir?
Não sei o que é verdade mesmo!
Afinal, o que é a verdade mesmo hein?
Acho que ninguém tem me dito uma verdade ultimamente.
Ou diz e eu sempre vou achando que é mentira?!
Ah, sei lá, vai ver eu nem me conheço direito ainda,
vai ver minhas verdades foram as únicas coisas que por medo de dar errado,
eu não disse pra você.


Little Miley





Vôei













E o que eu quis, se consegui nao sei, só sei que sonhei, sonhei,
vôei, vôei, mesmo sem asas, eu vôei,
vôei pra bem longe de mim, pra bem perto de ti,
por meus pensamentos, por minhas lembranças.
Parece incerto, parece estranho tudo isso que penso,
tudo isso que digo, mas, eu não sei, as palavras me vem na mente e eu vou escrevendo aqui,
é assim que sou, é disso que me orgulho.
Minhas opniões, meus termos, ainda que seja transitórios e sem noção do que é realmente real,
minha vida e eu, somos cumplices um do outro,
sabemos exatamente o que queremos, o que somos um do outro,
construimos labirintos que somente eu sei a saída, enquanto eu grito mas, ninguém me ouve.
É,parece que estou mesmo presa em meus sonhos, voando, voando, voando...
Até quando, até quando.
Até breve.
 
 

Little Miley
 
 
 

 

domingo, 18 de março de 2012

Agora não

 
 
 
 


 
 
 
 
Não, agora não!
Não quero pensar em nada,
quero ficar no meu canto quieta,
é melhor assim,
meus pensamentos me levam pra um lugar que só eu posso chegar,
só eu posso enxergar.
Meu silêncio eu entendo, não precisa ninguém me ouvir,
minhas palavras são só minhas,
ninguém pode retirá-las nem colocá-las em minha voz novamente.
Sai daqui!! Sai da minha cabeça,
antes que eu enlouqueça e perca a única
coisa que ainda me resta a solidão.
 
 
 
Little Miley
 
 
 
 


sábado, 10 de março de 2012

É você, sempre será.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 



 
 
 
Você foi uma luz que surgiu diante dos meus olhos,
iluminou meu amanhecer,
me fez ter certeza que o Amor existe,
despertou sensações que nunca havia sentido antes,
você foi tudo,você é tudo,você sempre será tudo em minha vida,
o dia que eu te esquecer é por que eu não existo mais nesse mundo,
muitas pessoas me dizem pra eu te esquecer,
eu não me emporto com isso não,
eu esqueço se eu quizer!
O sentimento é meu,faço dele o que quero,
faço o que acho melhor pra mim,
se ainda te quero,se ainda sou louca por você,
ninguém tem nada a ver com isso,
se eu tiver sofrendo,deixa,o sofrimento também é meu,
às vezes o sofrimento faz agente aprender muitas coisas,
que você não saberia se não sofresse.
Às vezes eu tenho dó dessas pessoas que me dizem pra eu te esquecer,
elas falam isso por que não conhecem o Amor,
não sabem como é bom estar apaixonado,
não sabem como é bom ter alguém pra pensar...
Onde é que você tá agora? Eu não sei,
mas também,onde quer que esteja,
eu quero que esteja bem e feliz.
 
 
 
Little Miley
 
 

sábado, 3 de março de 2012

Mudanças

 
 
 
 
 





As vezes me escondo das pessoas,
pois elas sempre tem algo novo
pra contar, e eu,
 eu nunca tenho nada pra responder,
sempre digo as mesmas palavras,
pois nunca acontece nada de novo
em minha vida...
As pessoas passam por mudanças,
as pessoas passam por fases
e sempre possuem algo novo pra dizer, e eu,
no entanto, não sei, afinal, eu nunca sei de nada,
acho que nem nunca fui nada na vida de ninguém,
é tão horrível dizer isso agora, aqui, sozinha, sem ninguém do meu lado
pra me abraçar, pra me proteger...
Apenas o choro é testemunha
de todo o meu breve desabafo de garota
abandonada,
nessa vasta ilusão
tento me conformar com meu destino,
o destino que a vida separou pra mim,
quem sou eu pra mudá-lo,
quem sou eu pra enfrentá-lo,
Não sou nada diante desse destino que me leva não sei pra onde,
que me insiste em fechar os olhos diante das coisas que podem me
fazer feliz, e se um dia eu fui feliz por aqui,
acho que alguém se esqueceu de me avisar,
por que eu, eu não senti nada.
 
 
 
Little Miley
 
 
 
 

sexta-feira, 2 de março de 2012

Meu dever

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Vem meu bem
só quero te proteger
te acolher em meus braços
te por pra dormir
vigiar o teu sono
afastar os pesadelos de você
ser o teu descanço quando estiver cansado
acarinhar teus cabelos
sorrir com o teu sorriso
te sufocar em beijos...
Te amar é meu dever
te amar é minha maior qualidade
te amar é meu maior defeito
você é meu tudo
você é meu Amor
Só isso,e nada mais...
Só Amor.
 
 
 
 Little Miley
 
 
 
 

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Merecedor de sonhos

 
 
 
 
 
 
Agente sempre reclama da vida, agente sempre acha que falta um pedaço, algo pra completar.
Completar o que? Às vezes, nem nós mesmos sabemos o que. Somos imperfeitos, cheios de sonhos, limitações, vontades que nem sempre podemos matar. Aí então vem a fraqueza. Aí então as pessoas vão embora sem dizer adeus. Afinal, pra que serve o adeus? Será uma maneira de dizer:
- "nunca mais você vai me ver" ou,
- "até breve, eu voltarei"... Não sei ninguém sabe.
Existem rumos, caminhos, destinos diferentes pra cada um de nós. Somos fracos, existem momentos que nos sentimos inúteis, sem forças pra caminhar. Mas sempre me lembro que cada dia é um recomeço, cada amanhecer é uma chance de repensar nossos atos e decisões.
Estamos sempre diante de nossos sonhos, nos ajoelhamos diante dele e pedimos pra ele não nos abandonar, que ainda precisamos realizá-los, mas, às vezes eles adormecem dentro de nós dando lugar à solidão, ao esquecimento. Mas um choro cura tudo, um choro alivia o espírito de quem está sofrendo.
Mas chora, olha, chora mesmo! Sem medo de se olhar no espelho e se achar um derrotado. Você não é um derrotado, você é um merecedor de sonhos! Você é um ser que a vida vai dar muitos motivos pra sorrir, não existe vida perfeita, todo mundo sofre, todo mundo sente.
Depois de todo sofrimento vem a recompensa, é o brilho nos olhos, é o sorriso nos lábios, ainda que leve muito tempo, se souber esperar, valerá a pena, então tudo isso se perpetuará até o fim dos tempos de tua vida.
 
 
Milena M.
 
 
 

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Se for bom pra mim

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 Nunca fui boa em tomar decisões, mas, ultimamente tenho que me conformar com certas circunstâncias da vida, certos caminhos que estou sendo obrigada a seguir, eu sei que a vida é assim, agente só tem o que agente merece ter, por isso decidir tentar te apagar da minha memória,
deixar de te amar, agora, eu não sei se sou capaz, mas vou fazer um esforço, por mim mesma, sabe.
Não é certo o que estou fazendo comigo, estou perdendo dias de sol, estou trancando o meu sorriso,
deixando de cantar, me fechando pra vida, me guardando pra esse amor, que, eu não posso te dar, ou, quem sabe até, deixando de me alimentar, é, sem você a comida esfria no prato, mas não posso fantasiar que logo estará do meu lado, eu sei que isso pode até acontecer um dia,
mas, que dia? Que dia você volta ?
Eu não sei, não tenho como saber, isso, pra mim, é inprevisível. Meus dias estão um tédio, estão como um trânsito caótico numa cidade grande, mas eu tenho que sobreviver assim mesmo, você, pelo mundo afora, não sei onde, não sei com quem. Se um dia me quis, não me disse nada,
tudo bem, vai ver você descobriu que eu não era quem você pensava, talvez pensou que eu não tinha nada pra te oferecer, mas, eu tinha sim, eu tinha algo tão puro, tão fiel, tão gigante, tão imenso, que não cabe dentro de mim, que hoje me pergunta por onde você anda, que nunca mais viu teu sorriso, que nunca mais viu teu olhar, que nunca mais ouviu tua voz,
que nunca mais sentiu teu cheiro, teu perfume, tua essência. Ele vive a me perguntar, e eu, eu não sei o que responder. É o amor que sinto por você, é ele que me faz essas perguntas, todos os dias quando acordo e me lembro das manhãs lindas que vive ao teu lado, das vezes que podia sentir tua presença bem pertinho de mim, só em lembrar já me vejo com os olhos cheios de lágrima, mas, é uma lágrima de alegria, pois mesmo tão distante de você, eu agradeço a Deus todos os dias por ter te colocado na
minha vida, se não tivesse te conhecido, talvez não sentiria esse sentimento tão bonito, talvez não seria um ser capaz de amar.
Não me arrependo de nada que fiz por tua causa, faria tudo de novo e até um pouco mais, só pra ver você pertinho de mim. Se qualquer dia eu te reencontrar, (e ei de reencontrar) eu vou sorrir pra você com o mesmo sorriso de antes, por que eu não consigo sentir raiva por não ter tido você pra mim, não deu né, fazer o que. Vai ver um dia acontece de verdade, quem sabe meu sonho não se realiza, quem sabe eu não te tenho um dia, esperar é uma dor muito grande, mas não há mais nada que eu possa fazer, as vezes, a vida faz um teste com agente, tira de nós coisas importantes, coisas que queremos tanto. Existem certas coisas que tem que dar errado primeiro pra depois dar certo, e que, talvez só dão certo depois de dar errado, tudo depende da sua esperança, da sua vontade de viver um grande amor.
 
 
 
Little Miley 
 
 
 
 

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Pertinho

 
 
 
 
 
 
 



 

Não vai embora da minha vida não, por favor, eu preciso de você aqui, pertinho de mim, pra me acolher em teus braços, me colocar pra dormir quando eu estiver cansado e me acordar no meio da noite quando a tempestade me varrer o sono. São tantos os meus sonhos contigo, já cheguei a esquecer de mim de tanto que me lembro de nós dois. Você é meu anjinho lindo que Deus colocou na minha  vida pra me fazer sorrir pra me fazer acreditar que a vida existe e que um dia, cedo ou tarde, perto ou longe, agente vai ser reencontrar meu amorzinho. Enquanto isso, fico ouvindo as músicas que dediquei a você. Eu não posso perder as esperanças, mesmo que eu te reencontre no meu último dia de vida.
 
 
 
Little Miley
 
 
 

Morrendo aos poucos

 
 
 
 
 
 

  Me ajuda pelo amor de Deus!! Me ajuda, eu não tô mais suportando
 viver assim desse jeito longe de você. E agora? Se eu não te ver outra vez o que é que eu vou fazer da minha vida? Eu tô morrendo aos poucos, já não controlo minha emoção, toda vez que passo pelos lugares onde costumava te ver, me bate uma vontade de chorar tão grande, que não suporto a tristeza  e me sufoco num choro preso na garganta você era tudo que eu tinha, e agora eu não sei onde você tá essa hora, queria que você soubesse de tudo isso que estou sentido mas, eu não posso falar, eu nunca pude falar, nem mesmo quando te tinha ao alcance dos meus olhos, agora só me resta fazer uma preçe pedir aos anjos do céu que tenham piedade de mim e me tirem dessa tortura que é estar longe de você. Meu amor, meu grande amor da minha vida, eu não vou te esquecer nunca, nunca, nunca,
 nem depois da morte me levar pra outro mundo distante daqui. Eu juro, eu prometo.
 
 
 
Little Miley
 
 
 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Eu sinto

 
 
 
 
 
 
 
  
 

 Tem horas que pensamos que a vida não vale nada, quando agente ouvi palavras que machucam o sentimento da gente, quando aquele sonho que você sonhou o ano todo, quando você vê as lágrimas escorrendo pelo rosto e não vê ninguém ao seu lado pra te abraçar e te fazer sorrir.
Ou até mesmo em lembrar de alguém distante de você estando com outro alguém no exato momento em que você mais precisa dela. Tem nada não, é exatamente aí, nessa solidão que você encontra forças. Onde cada lágrima que vai cortando a face, cria um novo sonho, escreve algo novo, ouve uma música nova. Lembra que quando o destino quer unir, não existe nada nem ninguém que separe ou distancie duas almas que se amam. E ainda assim, eu te quero, te desejo, te amo, quero me entregar a você, fecho os meus olhos e sinto teu perfume sondando meus instintos. Um dia agente vai se reencontrar, então saberei se me olha do mesmo jeito de antes.
 
 
 
Little Miley
 
 
 
 
 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Adeus esquecido

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
      
O que fazer com o relógio?
O tempo que diminui o tempo que tenho pra tentar mudar minha vida.
Angústias ao meu redor, o medo do que possa acontecer depois,
os olhos já cansados de chorar por algo que nunca aconteceu,
e por tudo que já aconteceu.
Preso nesse mundo em busca de um certo adeus
 que você esqueceu de me dar.



Little Miley